Carregando...



Obesidade Mórbida

Doenças associadas

As doenças relacionadas à obesidade são chamadas de comorbidades.

As mais comuns são a hipertensão arterial, o diabetes tipo 2, as dores e lesões nas articulações e coluna, a apneia de sono (roncar muito e acordar sufocado), as lesões cárdio-vasculares, as alterações nos triglicerídeos, lipídios e colesterol, a formação de cálculos na vesícula, refluxo, alguns tipos de câncer – como os de mama e de endométrio (útero) na mulher. O câncer de colon (intestino grosso) é o mais frequente relacionado à obesidade na Europa.

A hipertensão está presente entre 25% a 55 % dos pacientes obesos mórbidos. As doenças cardiovasculares são as mais comumente associadas à obesidade. Cerca de 90% dos pacientes com diabetes tipo 2 são obesos ou têm sobrepeso. A progressão da diabetes leva a lesões vasculares que, por fim, podem levar à cegueira, a problemas cardíacos, à amputação de membros e a infecções graves.

Muito bem estabelecida também é a relação entre obesidade e lesões articulares e de coluna vertebral. O peso é fator predominante para o aparecimento e o agravamento destas lesões. Algumas cirurgias corretivas dessas lesões só dão o resultado esperado se a obesidade desaparecer ou diminuir.

A apneia de sono está presente nos pacientes obesos mórbidos em cerca de metade dos casos. A sonolência, mesmo durante o dia, faz com que, inclusive, que companhias de seguro de automóveis nos Estados Unidos se neguem a realizar seguros para clientes com obesidade mórbida pelo alto risco de acidentes.

É fundamental que a pessoa com obesidade mórbida emagreça para poder viver com saúde, deixando para traz as doenças que adquiriu.

Hoje se vive mais tempo em média. Quase todos nós conhecemos pessoas com mais de 90 anos. No entanto não conhecemos com essa idade pessoas com obesidade mórbida. Nem com 80 e as vezes nem com 70 anos.

Copyright © 2016 - Clínica Prof. Dr. Roberto Frota-Pessôa